Blog

HomeComércio Eletrônico (Loja Virtual)9 Dicas que você precisa saber antes de montar sua loja virtual

9 Dicas que você precisa saber antes de montar sua loja virtual

9 dicas para você saber antes de montar a sua loja virtual

O crescimento do comércio eletrônico no Brasil nesses últimos anos despertou o interesse de muitos empreendedores, micro e pequenos negócios. Não é por menos, o crescimento de usuários brasileiros utilizando o serviço de compras através de loja virtual não para crescer. Em 2008 aproximadamente 13,2 milhões compraram por meio de um serviço de vendas online, já em 2012 esse número foi para 37,6 milhões, ou seja esse número praticamente triplicou. A estimativa prevê que em 2016 o Brasil deverá sem o 4˚ maior no mercado de e-commerce do mundo. A grande questão para estarmos escrevendo este artigo é: Você está preparado para abrir uma loja virtual?

 

Como a procura tem sido grande por desenvolvimento de loja virtual resolvemos compartilhar com vocês algumas dicas para vocês não entrarem numa roubada.

 

1 – Elabore um Plano de Negócios, MUITO bem feito!

 

Muitos acreditam que montar um e-commerce é tarefa simples e não demanda tempo, investimento e o principal, um bom plano de negócios. Nessa que muitos empreendedores e empresas se enganam, é preciso estudar seus concorrentes, analisar quais são os pontos fortes e os pontos fracos, o diferencial que oferecem, quais as palavras-chaves no qual são encontrados, o tipo de marketing e relacionamento que oferecem. Todas essas informações servem para você basear-se e dar o “start” em seu e-commerce.

 

2 – Escolha de plataforma de e-commerce

 

Primeira decisão importante a se tomar será qual tipo de plataforma de e-comerce utilizar para iniciar suas vendas online. Hoje existem dois modelos de negócios para se adquirir uma plataforma de e-commerce, o primeiro seria por locação da loja, na qual você paga uma mensalidade e inicia a configuração de layout, gateway de pagamento, módulo dos correios e inserção de produtos por sí próprio, algumas empresas que fornecem esse tipo de serviço é a Fast Commerce, Dotstore, EZ Commerce, entre outras. O segundo modelo é a contratação de uma agência especializada ou profissional capacitado para executar o desenvolvimento de seu projeto. Algumas empresas dispõem de sua própria plataforma de e-commerce, enquanto a maioria desenvolvem lojas virtuais com plataformas open source (código aberto) como Magento, Opencart, Prestashop e Interspire. A utilização desse tipo de loja virtual é mais aconselhada pois caso o profissional que desenvolveu seu projeto mude de cidade ou profissão você encontrará outro com mais facilidade.

 

3 – Aparência, navegabilidade e segurança

 

O layout é o que os seus clientes irão ver quando acessarem sua loja virtual, o ideal é você optar pelo “clean” como nós costumamos dizer aqui na agência, você deve chamar a atenção do usuário não pela beleza de sua loja e sim pelos produtos que estão sendo exibidos. Tornar a experiência do usuário enquanto navega pela loja é outro diferencial, separar produtos por categorias, promoções, descontos bem localizados e clareza nas informações a serem passadas. A segurança não pode ser deixada de lado, para isso existem empresas como E-bit, Comodo, FControl, Site Blindado, entre outras especializadas em selos e certificados que protegem a loja virtual e os dados dos usuários e clientes durante a navegação e fechamento do carrinho de compras.

 

4 – Sistema de pagamento

 

Hora de escolher o gateway de pagamento, sistema de pagamento que será integrado ao e-commerce. Indicamos contratarem empresas especializadas em sistemas de pagamento via internet como PagSeguro, Bcash, Paypal, Cielo e Moip, além de práticos e seguros eles disponibilizam todas as formas de pagamento para sua loja virtual.

 

5 – Qualidade de imagem dos produtos

 

Quando falamos em comércio eletrônico a abordagem de venda é totalmente diferente de um comércio físico, o cliente não tem como provar, se olhar no espelho e decidir se vai levar ou não. Tudo é feito em frente ao computador, tablet ou smart phone, será fator determinante a qualidade da imagem do produto que ele estará visualizando, pois então caprichem nas fotos e vídeos que irão para a loja virtual. Se necessário contrate um fotógrafo profissional para fazer o serviço.

 

6 – Prova Social

 

Como venho falando em outros artigos, a prova social é um gatilho mental, o ser humano é desconfiado e procura saber se alguém está falando bem ou mal de sua empresa. Nada melhor que um cliente expressar sua satisfação através de um depoimento relatando a experiência de compra em sua loja virtual para encorajar os demais, por isso inclua na home (página principal) depoimentos positivos de clientes detalhando a qualidade do produto, atendimento, prazo de entrega e pós venda.

 

7 – Marketing online e relacionamento

 

Não adianta você ter um e-commerce estruturado e funcionando se não faz nenhum tipo de divulgação ou publicidade, aconselhamos optar pelo marketing de busca utilizando o Google Adwords, ferramenta na qual você elabora campanhas para determinados produtos, seleciona as palavras-chave e o valor no qual gostaria de investir. A otimização do site, mais conhecida como SEO é uma técnica utilizada para que a loja virtual ganhe relevância nos buscadores e consequentemente alcance as primeiras páginas na busca orgânica. O Facebook adotou o modelo de anúncios e posts patrocinados, além de você poder optar pelo valor no qual deseja investir o Facebook é a rede social mais utilizada no mundo. Marketing de relacionamento se baseia no cliente que já efetuou alguma compra em sua loja virtual, você possui o e-mail dele, utilize o e-mail marketing com esses clientes para manter o relacionamento encaminhando produtos relacionados com a compra anterior, promoções, lançamentos e vale cupons.

 

8-  Logística

 

Usuários que compram através da internet querem receber o produto o mais rápido possível, a partir do momento em que é validado o pagamento inicia-se uma guerra emocional, onde a ansiedade e expectativa da entrega do produto irá definir o quanto é eficiente seu serviço. Inicie as entregas com os Correios, eles possuem um serviço específico para comércio eletrônico, o E-Sedex. A medida que a demanda de pedidos e vendas forem aumentando comece a planejar em contratar uma empresa de logística específica para e-commerce.

 

9 – Pós-venda  

 

Após a entrega certifique se o produto chegou em boas condições, o produto era o esperado e a satisfação do cliente, pode ser feito através de e-mail ou ligação telefônica. O cliente se sentirá valorizado pela importância da empresa em saber se chegou tudo dentro dos conformes e com certeza ele voltará a comprar com você.

2 comments on “9 Dicas que você precisa saber antes de montar sua loja virtual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *